segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Estudo Bíblico: Os Anjos decaídos - Demônios.



ESTUDO BÍBLICO:
OS ANJOS DECAÍDO-DEMÔNIOS:

QUEM SÃO E O QUE FAZEM:
Mt. 8.28-At. 8.7.

(I) Em Mt. cap.8.v.28, diz:“E, tendo chegado à outra margem, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoniados, vindo dos sepulcros; tão ferozes eram, que ninguém podia passar por aquele caminho”.
“Pois que os espíritos imundos saiam de muitos que os tinham, clamando em alta voz, e muitos paralíticos e coxos eram curados”.

RESUMO DOS VERSÍCULOS:
Quem são os anjos decaídos – São anjos que se uniram a Lúcifer em sua rebelião contra Deus, e tornaram-se espíritos malignos sob o controle de Satanás.
O que fazem – As pessoas endemoniadas está sob o controle de um ou mais demônios. Os demônios ajudam o Diabo a levar as pessoas a pecar e têm grande poder destrutivo. Mas sempre que são confrontados por Jesus, perdem seu poder. Os demônios que estavam nos gadarenos reconheceram Jesus como o Filho de Deus(8.29), mas não eram seus discípulos. Crer não é o bastante(ver Tg.2.19). A fé é mais do que crença. Pela fé, aceitamos o que Jesus fez por nós, recebemo-lo como único que nos pode salvar do pecado.
Os anjos caídos(demônios), que se uniram a satanás contra Deus. Eles podem levar uma pessoa a ficar muda, surda, cega ou louca, também podem tentar uma pessoa a pecar. Embora sejam poderosos, não podem ler nossa mente nem estar simultaneamente em todos os lugares. Os demônios são reais e ativos, mas Jesus deu a seus seguidores autoridade para combatê-los.


O DESTINO FINAL DOS DEMÔNIOS:
Mt. 8.29.

(II) Em Mt.cap.8.v.29, diz: “E eis que clamaram, dizendo: que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?”


RESUMO DO VERSÍCULO:
A palavra de Deus nos revela que, no fim do mundo, o diabo e seus seguidores serão lançados no lago de fogo e enxofre(Ap.20.10). Nesta passagem, ao perguntar se Jesus tinha vindo antes do tempo para atormentá-los, os demônios demonstraram conhecer seu destino final.


SUA MISSÃO MATAR, ROUBAR E DESTRUIR:
Mt. 8.32 - Lc. 8.27,28.

(III) Em Mt. cap.8.v.32, diz:“E ELE lhes disse: Ide. E, saindo eles, se introduziram na manada dos porcos; e eis que toda aquela manada de porcos se precipitou no mar por um despenhadeiro, e morreram nas águas”.
“E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que, desde muito tempo, estava possesso de demônios e não andava vestido nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros”.
“E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando e dizendo com alta voz: Que tenho eu contigo Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes”.

RESUMO DOS VERSÍCULOS:

A ação dos demônios prova seu intento destrutivo. Quando os demônios entraram nos porcos, dirigiram os animais para o mar; se não conseguiram destruir os homens, destruiriam os porcos. Os demônios reconheceram imediatamente Jesus e a autoridade dELE. Sabiam quem Jesus é e o que seu grande poder poderia fazer-lhes. Os demônios, mensageiros de satanás, são poderosos e destrutivos. Hoje, ainda estão em ação, tentando deturpar e destruir o relacionamento das pessoas com Deus. Os demônios e a possessão demoníaca são reais. É vital que os crentes saibam um pouco a respeito do poder de satanás e de seus demônios, mas não devemos permitir que a curiosidade nos leve a um envolvimento com ele(Dt. 18.10-17). Os demônios são impotentes contra aqueles que confiam em Jesus. Se resistirmos ao diabo, ele fugirá de nós(Tg.4.7).

POR QUE OS DISCÍPULOS NÃO EXPULSARAM OS DEMÔNIOS:
Mt. 17.17-20.

(IV) Em Mt. cap.17.vs. 17-20, diz:“E Jesus , respondendo disse: Ó geração incrédula e perversa! Até quando estarei Eu convosco e até quando vos sofrereis? Trazei-mo aqui”.
“E repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele; e desde àquela hora, o menino sarou”.
“Então, os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: porque não pudemos nós expulsá-lo?”.
“E Jesus lhes disse: por causa da sua pequena fé; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível”.

RESUMO DOS VERSÍCULOS:

Jesus concedera aos discípulos o poder de curar, mas eles ainda não haviam aprendido como tomar posse deste poder. Os discípulos perguntaram a Jesus por que não tinham sido capazes de expulsar o demônio. O Senhor respondeu que a fé deles era muito pequena. É o poder de Deus misturado a nossa fé, que move montanhas.
A semente da mostarda é a menor, e Jesus disse que mesmo uma fé tão pequena como a semente teria sido suficiente. Talvez os discípulos tenham tentado expulsar o demônio por seus próprios esforços, e não pelo poder de Deus. Existe um grande poder até na mais diminuta fé, quando confiamos no poder de Deus. Se, como cristãos, sentimo-nos fracos ou impotentes, devemos examinar a nossa conduta, o nosso testemunho e a nossa fé, para certificarmos de que estamos confiando no poder de Deus, e não em nossa capacidade de alcançar resultados. Se você estiver enfrentado um problema que pareça ser tão grande e irredutível como uma montanha, afaste os seus olhos do problema e busque a Cristo para obter mais fé. Somente assim será possível superar os problemas que estiverem em seu caminho.


P.S: A FALTA DE FÉ E A INCREDULIDADE ESTÃO FAZENDO A DIFERENÇA NA HORA DE OPERAÇÃO DE MARAVILHAS E MILAGRES DENTRO DAS IGREJAS.


O PODER E AUTORIDADE DE JESUS CONTRA OS DEMÔNIOS:
Mc. 1. 23-24-Lc. 4.36.

(V) Em Mc. cap.1.vs.23,24, diz:“E estava na sinagoga deles um homem com um Espírito imundo, o qual exclamou, dizendo:”
“ah! Que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus”.
“ E veio espanto sobre todos, e falavam uns e outros, dizendo: que palavra é esta, que até aos espíritos imundos manda com autoridade e poder, e eles fazem?”


RESUMO DOS VERSÍCULOS:

Todas as vezes que os demônios se depararam com Jesus, ficaram impotentes. Portanto, Deus limitou a ação dos espíritos malignos; estes nada podem fazer se Deus não permitir. Os espíritos malignos perceberam imediatamente que Jesus era o Santo enviado por Deus. Ao incluir esse acontecimento em seu evangelho, Marcos estava estabelecendo as credenciais de Jesus e mostrando que até o inferno o reconhecia como sendo o verdadeiro Messias.
Jesus enfrentou muitos demônios durante o seu ministério terreno, e sempre demonstrou autoridade para combatê-los. Não somente o espírito maligno deixou aquele homem; Lucas registrou que este sequer foi ferido. O maligno invade nosso mundo; não é de admirar que as pessoas freqüentemente fiquem temerosas. Mas o poder de Jesus é muito maior que o de satanás. O primeiro passo para vencer o medo do mal é reconhecer a autoridade e o poder de Jesus. Ele venceu todo o mal, inclusive o próprio satanás.


A POSSESSÃO DEMONÍACA E SEU PROPÓSITO:

O PROPÓSITO DA POSSESSÃO DEMONÍACA É TRAZER DOR, SOFRIMENTO E MORTE. QUANDO ACONTECE A POSSESSÃO DEMONÍACA, SABEMOS QUE OS ESPÍRITOS MALIGNOS PODEM PREJUDICAR UMA PESSOA, AFASTANDO-A DE RELACIONAMENTOS COM SEUS SEMELHANTES E COM DEUS. OS DEMÔNIOS SÃO PERIGOSOS, PODEROSOS E DESTRUTIVOS. O ESPÍRITO MALIGNO DISSE QUE SEU NOME ERA LEGIÃO. LEGIÃO ERA A MAIOR UNIDADE DO EXÉRCITO ROMANA, FORMADA POR TRÊS A SEIS MIL SOLDADOS. SENDO ASSIM AQUELE HOMEM ESTAVA POSSUÍDO POR MUITOS DEMÔNIOS.


JESUS ORDENOU QUE NÃO REVELASSEM SUA IDENTIDADE:
Mc. 3.12-Lc. 4.41.


(VI) Em Mc.cap.3.v.12, diz:“E ele os ameaçava muito, para que não o manifestassem”.
“E também de muitos saíam demônios, clamando e dizendo: Tu és o Cristo, o Filho de Deus. E ele, repreendendo-os, não os deixava falar, pois sabiam que ele era o Cristo”.


RESUMO DOS VERSÍCULOS:

Jesus advertia os espíritos malignos a não revelarem a identidade dELE para evitar que o povo formasse uma concepção errada a seu respeito. O Reino de Cristo é espiritual; começa no coração das pessoas, com a renúncia ao pecado.
Jesus não queria que os demônios revelasse a identidade dELE?
1- Jesus ordenou aos espíritos imundos que permanecessem em silêncio, para mostrar sua autoridade sobre eles.
2- Jesus queria que seus ouvintes cressem que ELE era o Messias por suas palavras, não pelo testemunho dos demônios.
3- Jesus revelaria sua identidade no tempo de Deus; não seria pressionado, cedendo aos planos malignos de satanás.

Os demônios chamavam Jesus de “O SANTO DE DEUS”(4.34), porque sabiam que ele era o Cristo. Mas Jesus se mostraria como servo sofredor, antes de aparecer como o grande Rei, revelar sua identidade real muito cedo incitava as multidões a rebeliões, uma vez que os judeus tinham expectativas erradas sobre o que o Messias faria.


OS OBJETIVOS DOS DEMÔNIOS E OS DE JESUS:
Mc. 5.10.

(VII) Em Mc.cap.5.v.10, diz:“E rogava-lhe muito que os não enviasse para fora daquela província”.



RESUMO DO VERSÍCULO:

O objetivo dos demônios era controlar os seres humanos em quem habitavam; o objetivo de Jesus era libertar as pessoas do pecado e do controle de satanás. Os demônios sabiam que não tinham poder sobre Jesus, por isso, quando o viam, imploravam para não serem enviados para lugares distantes( o abismo,Lc.8.31). Então, pediram a Jesus que lhes concedesse entrar na vara de porcos. Ele permitiu, mas colocou um ponto final em sua obra destruidora na vida daquele homem e de muitas outras pessoas. Talvez Jesus tenha permitido que os demônios destruíssem os porcos para demonstrar que seu poder era muito superior à força destrutiva dos espíritos malignos. Ele poderia ter enviado todos os demônios para o inferno, mas não o fez porque o dia do Juízo ainda não tinha chegado. No final, o Diabo e todos os seus anjos serão enviados ao fogo Eterno(Mt.25.11).


POR QUE JESUS NÃO OS DESTRUIU:
Lc. 8.33.


(VIII) Em Lc. cap.8.v.33, diz:“E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago e afogou-se”.



RESUMO DO VERSÍCULO:

Por que Jesus simplesmente não destruiu esses demônios ou enviou-os para o poço do abismo? Porque o tempo para esta tarefa ainda não havia chegado. Jesus curou muitas pessoas dos efeitos destrutivos da possessão demoníaca, porém não destruiu os demônios. Outra pergunta semelhante a essa poderia ser feita hoje: Por que Jesus não fez com que cessasse todo mal no mundo? Este tempo ainda não chegou. Mas chegará. No A.T, está descrita a futura vitória de Jesus sobre satanás,seus demônios e todo mal.


OS DEMÔNIOS SÃO MALIGNOS E AGEM CONTRA OS CRENTES:
Ef. 6.12.


(IX) Em Ef.cap.6.v.12, diz:“Porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”.



RESUMO DO VERSÍCULO:


Aqueles que não são “carne e sangue” são os demônios sobre os quais Satanás tem controle. Estes não são meras fantasia, são bastante reais. Enfrentamos um poderoso exército cujo objetivo é derrotar a igreja Cristo. Quando cremos em Cristo, estes seres se tornam nossos inimigos e tentam tudo o que for possível para nos afastar do Senhor e levar-nos de volta ao pecado. Embora tenhamos a vitória garantida, devemos nos engajar nesta luta até a volta de Cristo, porque satanás está pelejando constantemente contra aqueles que estão ao lado do Senhor Jesus. Precisamos do poder sobrenatural do Senhor Jesus Cristo para vencermos satanás, e Deus nos deu ao conceder o precioso Espírito Santo, que está dentro de cada um de nós.
Quando você se sentir ameaçado e desencorajado, lembre-se das palavras de Jesus a Pedro: “SOBRE ESTA PEDRA EDIFICAREI A MINHA IGREJA, E AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO CONTRA ELA”.


AMÉM.
“AGINDO DEUS, QUEM IMPEDIRÁ”.
Dc. Luiz Paulo dos Santos de Andrade.
Tel: 2786-1279-7493-7625.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário